3.9.06

Cavalgaduras!

Deviam aceitar o trabalho para depois meterem baixa!
Só em Portugal...

3 comentários:

Gisela disse...

Uma das explicações prende-se com o facto dos milhares de licenciados inscritos no IEFP receberem propostas destas. Estes são os anuncios que recebi esta semana (em 3 mails):
Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE
Profissão: Outra profissão
Habilitações mínimas: 6º Ano
Profissão: ESCRITURÁRIO,EM GERAL
Habilitações mínimas: 12º Ano
Profissão: EMPREGADO DE BALCÃO
Profissão: AJUDANTE DE COZINHA
AUXILIAR DE LIMPEZA (SERVENTE DE LIMPEZA)
Profissão: MARCENEIRO
Profissão: TÉCNICO DE VENDAS
Local de trabalho: MIRANDELA
Profissão: FIEL DE ARMAZÉM
Habilitações mínimas: 12º Ano
Profissão: MOTORISTA DE VEÍCULOS PESADOS - MERCADORIAS
Profissão: ESCRITURÁRIO,EM GERAL
Habilitações mínimas: 9º Ano
Profissão: AJUDANTE DE COZINHA
Profissão: MOTORISTA DE VEÍCULOS PESADOS - MERCADORIAS
Habilitações mínimas: 4º Ano
Profissão: POLIDOR (ACABADOR) MANUAL DE PEDRA
Habilitações mínimas: 4º Ano

sardanisca disse...

Gisela,pretendo brincar com uma situação que é séria.
O teu caso não se enquadra na piada,porque há pessoas que querem trabalhar e procuram a todo o transe fazê-lo.
Agora pergunto:essas propostas que recebeste terão sido recusadas por quantas pessoas com necessidade e "habilitação" para tal?
É a isso que me refiro e sabe-lo,certamente.
Boa sorte com a procura,já agora.

Gisela disse...

Eu percebo perfeitamente o que queres dizer e conheço inclusivé casos de pessoas (vá, 2 casos) que se gabam das estratégias que usam para serem mandados embora dos empregos e por conseguirem viver tanto tempo do fundo de desmprego. Estava só a tentar completar a tua ideia com a outra face. Sei que o IEFP está a abarrotar de licenciados, que, como é obvio, não aceitam estas propostas, e a noticia que saiu tinha certamente estes números incluidos.