20.9.06

É preocupante

Quando vemos um banco a "oferecer" créditos pessoais para comprar material escolar.
Que tristeza vivermos num país assim...

4 comentários:

marta r disse...

Para os bancos não é uma tristeza. É uma excelente oportunidade de negócio.
E depois ainda nos tentam convencer a aumentar a taxa de natalidade....

TR disse...

Também partilho dessa sensação de tristeza. Aos bancos, só lhes falta aliciar directamente as crianças para que peçam aos pais isto e aquilo porque não custa nada, o banco paga! Reduzem tudo ao valor de um simples brinquedo... São instituições muito perigosas!

Irritadinha disse...

Os bancos fazem o "trabalho" deles, ganhar dinheiro. Tristeza parece-me, quando em lugar de se poupar o dinheiro (o pouco que sobra ao fim do mês) vão gastar em jantaradas, sapatos novos, etc. E quando chega a altura de os filhos irem para a escola não há dinheiro de "reserva", lá se vai pedir um crédito pessoal e para ai durante um ano (mais coisa menos coisa) só bebem iogurtes porque as despesas são mais que muitas e afinal é preciso poupar.
Pode não ter muito a ver, mas uma situação que me deixou aparvalhada (mais doque é normal) foi ver uma mãe a fazer compras numa loja de roupas bem caras com o filho pela mão, ao sairem da loja o miúdo disse-lhe que tinha fome resposta daquel mãe extremosa:"Oh meu amor, a mãe acabou todo o dinheiro que tinha tens de aguentar até casa da avó.". Cada um interpreta tal situação como quer, para mim a situação só teve um nome: vergonhosa.
É por estas e por outras que...

Gisela disse...

A este proposito lembrei-me de uma amiguinha que a minha prima tinha na primária. Na altura comentava-se muito esta situação. Uma crianças que teve até meio do 2º periodo sem livros, mas a miuda andava sempre com roupas novas e aparentemente caras. A pobreza está nas pessoas... os bancos aproveitam-se disso. Não há muito a fazer.