13.3.10

Monumentos,palácios nacionais e outros locais de interesse turístico,parte 3


O terceiro episódio remonta há já bastantes anos,mas mostra a base sobre a qual deveriam ter sido erigidas as boas práticas no que concerne aos monumentos.
Passou-se em Guimarães,onde fui visitar o paço dos duques de Bragança.Éramos,eu e outro casal,os únicos portugueses num grupo de cerca de 15 pessoas.Ingleses,a maioria e 2 ou 3 franceses.
To make a long story short,quando dei por ela o 'guia' debitava informação monocórdica.Em português com sotaque de Fafe,pareceu-me.E aqui o turista acidental ia traduzindo para o incrédulo grupo,conforme podia e à medida que arranjava palavras para explicar faianças e dosséis,de camas onde em tempos fornicou a realeza.

1 comentário:

susaninha disse...

Para a próxima que visite Guimarães, essa bela cidade-berço, visite o Museu de Alberto Sampaio... Bem no centro histórico, que por acaso, até é Património da Humanidade... Coisa pouca...
Se acha q o mundo da "coltora" neste portugal à beira mar plantado está mal, digo-lhe: Nem faz idéia quanto!!! A culpa? A culpa é de quem manda... Manda mal... muuuuuito malll...
Qd cá voltar, apite! Mostro-lhe a cidade com olhos de ver e sem "monocordia".
www.vimaranisredfish.blogspot.com